Tentativa de Disposição de Registros Entoacionais num Eixo Horizontal Organizado pela Tensão Entoacional

Autores

  • Waldemar Ferreira Netto Universidade de São Paulo https://orcid.org/0000-0002-4136-341X
  • Daniel Oliveira Peres Universidade de São Paulo
  • Marcus Vinicius Moreira Martins Universidade de São Paulo
  • Maressa de Freitas Vieira Instituto Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.47627/gradus.v2i1.111

Palavras-chave:

fala emotiva, análise automática, fala espontânea, entoação

Resumo

Este ensaio analisa a expressão da emoção na entoação do português brasileiro (PB) por diferentes gêneros (masculino e feminino). Os trechos do discurso emocional foram coletados na Internet e divididos em colérico, neutro, triste e SNI (simulacros de entoação neutra) para ambos os gêneros. Os parâmetros entoacionais foram analisados automaticamente pelo software ExProsodia, que se baseou em medidas de F0 (Hz) e duração (ms). Os resultados mostraram que o discurso emocional no PB pode ser caracterizado pelos graus de tensão na produção de fala. Desse ponto de vista, cada gênero e emoção relacionada pode ser localizado ao longo do eixo de tensão entoacional proposto: (i) triste>neutro>simulacro de entoação neutra>colérica, para locutores masculinos; (ii) simulacro de entoação neutra/neutra/triste>colérica, para locutores femininos. Foi possível verificar que diferença de gênero se relaciona às características fisiológicas expressas por F0 analisado automaticamente e que a tensão entoacional no discurso emocional em ambos os gêneros também pode ser uma abordagem confiável para a análise automática da expressão de emoção no PB.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

FERREIRA NETTO, W.; PERES, D. O.; MARTINS, M. V. M.; VIEIRA, M. de F. Tentativa de Disposição de Registros Entoacionais num Eixo Horizontal Organizado pela Tensão Entoacional. Gradus - Revista Brasileira de Fonologia de Laboratório, Curitiba, v. 2, n. 1, p. 14-29, 2017. DOI: 10.47627/gradus.v2i1.111. Disponível em: https://gradusjournal.com/index.php/gradus/article/view/111. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos